Informações
Home > Tratamento com doação de esperma (IAD) | Clínica Ferticentro
Inseminação Artificial/Inseminação Intra-Uterina com esperma de dador (IAD)

Inseminação com Esperma de Dador (IAD)

Inseminação Artificial/Inseminação Intra-Uterina com esperma de dador (IAD)

 
A Inseminação Artificial ou Intra-Uterina com esperma de dador (para a qual é utilizado o acrónimo “IAD”) consiste na colocação de espermatozóides de um dador no útero da paciente.

É uma técnica simples e menos invasiva, na qual se utilizam espermatozóides de ótima qualidade.

Na Ferticentro, os tratamentos com doação de esperma são realizados para os seguintes casos:

A IAD pode ser realizada quer em ciclos estimulados, quer em ciclos naturais ou não estimulados.

 

Fases do Tratamento

 
1. Controlo e estimulação dos ovários  
Nos ciclos não estimulados, a IAD faz-se entre o 12º e o 15º dias do ciclo menstrual. Pode ser necessária a realização de análises ao sangue para ajudar a determinar o momento em que ocorre a ovulação.

Nos casos em que é necessária a administração de medicamentos indutores da ovulação (ciclos estimulados), o desenvolvimento dos folículos é controlado através da realização de ecografias.

Quando o folículo atinge o nível de amadurecimento adequado, é administrada uma injecção que ajuda à libertação do óvulo. Nestes casos, a inseminação deve ser feita 36 a 40 horas mais tarde.

É muito importante que sejam respeitadas as horas indicadas pelo ginecologista para administração das várias injeções. Um erro a este nível pode pôr em causa todo o processo de tratamento.

 

2. Selecção do dador e obtenção da amostra de esperma  
O dador é seleccionado pela clínica, tendo por base critérios médicos muito restritos.

O esperma de dadores utilizados é proveniente do Banco de Esperma da Ferticentro (dadores seleccionados pela clínica) ou de bancos de esperma certificados.

O esperma é doado de forma altruísta, cabendo ao(s) paciente(s) apenas o pagamento das despesas laboratoriais que envolvem a sua recolha, manutenção e tratamento.

Todo o processo decorre com plena garantia de confidencialidade e com o consentimento informado do(s) paciente(s) em relação a todos os passos.

 

3. Inseminação  
O processo de inseminação com esperma de dador é idêntico ao da Inseminação Artificial (IIU). Neste tratamento, utiliza-se apenas o esperma criopreservado e oriundo de um banco de esperma.

Para o procedimento de inseminação, o ginecologista utiliza um espéculo e introduz no útero um cateter que contem espermatozóides.

Trata-se de um processo rápido, que envolve poucos minutos. Após a inseminação a mulher deve repousar durante um breve período, podendo depois fazer a sua vida normal.

 

Custos do Tratamento

 
Para saber mais sobre os custos do tratamento, envie-nos um formulário de contacto ou consulte a nossa tabela de preços.

 

Informação adicional

 
Tal como qualquer outro tratamento médico, a IAD pode provocar reações adversas.

As reações adversas aos medicamentos utilizados não são muito habituais e quando surgem têm normalmente um carácter moderado e passageiro. As mais frequentes são calores, irritabilidade, cansaço e dores de cabeça. Normalmente passam ao fim de pouco tempo e não constituem motivo para alarme. No caso de agravamento ou persistência dos sintomas, recomendamos que entre em contacto com o médico da Ferticentro.